logo-horizontal
Perspectiva que ilustra um prédio histórico de esquina, com aproximadamente quatro andares e fachada com bastante detalhes. Ao lado temos um novo edifício com proporções similares, mas formas bem mais modernas, composto por uma forma simples revestida por telas em tom de ferrugem. Há algumas árvores na lateral do prédio e pessoas circulam pelo térreo. Infográfico em 3D com a vista aérea das edificações existentes. Elas estão destacadas com um tracejado preto. São compostas por prédio histórico, um edifício corriqueiro e entre eles um terreno vazio. Ambos os edifícios têm a mesma altura. Ao fundo vemos alguns edifícios mais altos. Infográfico em 3D com a vista aérea dos prédios existentes no processo de intervenção. O edifício corriqueiro tem as fachadas demolidas e dois grandes volumes são acrescidos sobre ele. No vazio, entre os prédios, setas indicam que a circulação de chegada da calçada foi considerada para configurar esta área. Infográfico em 3D com a vista aérea dos prédios existentes no processo de intervenção. Os grandes volumes inseridos são inclinados para trás e é garantido que seu gabarito não ultrapasse o gabarito do prédio histórico. Perspectiva da vista do acesso entre o prédio histórico e a nova edificação. O térreo é bem aberto com grandes árvores ao fundo, entre os dois prédios há um vão e eles não se tocam. Há um contraste entre o acabamento do prédio histórico, todo adornado, e o novo prédio, moderno em estrutura metálica e fechamento em tela. Corte técnico que mostra o esquema de ventilação natural da nova edificação. No desenho é possível observar que há ventilação cruzada e o ar sobe pelo átrio central, que é arborizado. Corte geral técnico que mostra a relação entre os pisos da nova edificação e o prédio histórico vizinho. O prédio histórico tem quatro lajes, com pé direito bem alto e circulação por escadas em uma torre lateral. Já o prédio novo tem sete lajes com pé direito moderado e só o térreo tem pé direito duplo. Infográfico que apresenta a sequência de três desenhos que ilustram de forma separada os elementos da nova edificação. No primeiro vemos a volumetria das novas fachadas, no segundo as novas estruturas e lajes e no terceiro as edificações existentes já com as demolições previstas. Corte esquemático da edificação que mostra, em cada andar, com fotocolagens, as atividades que serão desenvolvidas no prédio. Vemos pessoas trabalhando, descansando, estudando, em momentos de lazer e de descanso. Perspectiva ilustrativa de uma sala de trabalho, na qual vemos mesas de trabalho corporativas. A imagem mescla desenhos em linhas com colagens de fotos de pessoas em situação de trabalho. Perspectiva ilustrativa de uma área de circulação e descanso. Na imagem vemos pessoas circulando enquanto outras estão paradas em mesas e bancos, de fundo vemos janelas de piso a teto, pelas quais é possível ver a edificação histórica. Perspectiva ilustrativa do terraço do edifício histórico, na qual vemos uma nova estrutura metálica que oferece área de sombra no topo do edifício. A distinção entre o prédio histórico e a nova estrutura é nítida. Pessoas circulam pelo local e observam a paisagem, há cadeiras e mesas no terraço. Perspectiva ilustrativa com vista de um andar alto para o acesso edificação. Na imagem vemos um grande vão que divide as duas construções e vai até o subsolo. Pessoas circulam por todos os andares e vemos até as pessoas nas salas, pois as paredes são envidraçadas. Vista da praça interna na nova edificação. Há diversas cadeiras e uma projeção que indica que ali é possível um cinema aberto. Pessoas circulam pelo local e assistem à projeção.

Recife Porto Digital – Recife/PE

As cidades são um conjunto de extratos que refletem acontecimentos sociais, econômicos, culturais e históricos. Sobrepor mais camadas que respeitem as já existentes, promovendo melhorias espaciais e sociais, contribui para a sustentabilidade urbana e arquitetônica.
Diante do caos urbano atual, aceitar a configuração urbana imposta e acrescentar novas intervenções pontuais que permitam uma transformação gradativa, é uma solução eficiente, de baixo custo e que não causa transtornos aos habitantes.
Neste sentido, aplica-se o conceito de resiliência, o qual reexamina a maneira de pensar sobre o sistema urbano e seus distúrbios. Aplicando à cidade, pode ser definida como a capacidade de um sistema de absorver perturbações urbanas e recuperar suas funções após o distúrbio. Portanto, o conceito operacional implicaria na necessidade de adaptar o funcionamento do sistema urbano com seus componentes já existentes para potenciais interrupções, visando reconstruir o sistema urbano.
Assim, o conceito de resiliência aplicado para a cidade parece encontrar traduções operacionais, especialmente para serviços urbanos, que também atendam aos objetivos de sustentabilidade.

 

+INFORMAÇÕES
Name : Recife Porto Digital
Equipe +1 : Ana Maciel
Parceiros : Felipe Lopez de Paula + Maira de Camargo Barros + Daniel Rocha
Cliente :Governo do Estado Pernambuco | PortoDigital | Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações de Comunicações | Governo Federal
Local : Recife – PE
Data : 2016