logo-horizontal
Dois infográficos em sequência, que mostram o que é um sistema arterial  e um sistema capilar de mobilidade. Na primeira imagem são ilustradas vias genéricas de uma região e as vias principais estão destacadas em azul. Na sequência em mapa parecido ao anterior, é inserida uma mancha verde disforme, que simboliza as áreas de mobilidade no interior dos bairros e que se cruza com as vias principais, também destacadas em azul. Infográfico que ilustra de maneira esquemática um circuito de transporte público. Na imagem são ilustrados pontos de parada de ônibus e um anel verde amebóide, simbolizando a possibilidade de trajetos que podem sofrer alterações. Infográfico que ilustra uma área com diversas quadras de um bairro em cinza. Três fotos de pessoas em ações cotidianas estão sobrepostas nessa base e seus trajetos de locomoção são simbolizados de forma esquemática por linhas vermelhas. Linhas verdes ilustram a possibilidade de um trajeto de linha de ônibus otimizado. Gráfico que ilustra as viagens por veículo particular em São Paulo. Mais de 60 por cento das viagens é para trajetos de até 5km. O gráfico tem ilustração descontraídas com pessoas, veículos e árvores. Gráfico de comparação entre um supercapacitor, uma bateria e combustível. O supercapacitor é melhor em características como simplicidade, manutenção, barulho, impacto ambiental e eficiência energética. Perde para os outros sistemas apenas no quesito auto-suficiência.

What Design Can Do? 

O trânsito da cidade de São Paulo tem como principal problema a quantidade de automóveis de uso particular. Segundo dados de pesquisa de mobilidade realizada em São Paulo, para as viagens curtas, entre 2km e 5km, os meios individuais motorizados são os mais utilizados, uma vez que o deslocamento a pé não permite vencer essas distâncias com conforto e eficiência. Nesta lógica, a solução de procurar sistemas de transporte de baixa capacidade que realizassem esses trajetos se apresenta como uma possibilidade de reduzir a quantidade de carros nas ruas. Para que sejam viáveis, optou-se pela utilização e desenvolvimento de tecnologia de energia limpa, adequada a um tipo de veículo específico para este tipo de trajeto.

O objetivo é criar um novo sistema de transporte público, de baixa capacidade, que atenda às lacunas dos deslocamentos nas grandes cidades, atendendo à trajetos que dificilmente são feitos a pé e que o usuário opta por utilizar o carro. Ele será operado por meio de tecnologia de energia limpa, trazendo benefícios ao meio ambiente e ao tráfego de São Paulo

+INFORMAÇÕES

Concurso : What Design Can Do!
Equipe +1 : Ana Maciel + Tiago Brito + Luis Milan + Henrique Reis + Marcelo Azarias +
Parceiros : Dr. Vinícius Andrea (Físico)
Promoção : IKEA Foundation & partners
Local : São Paulo – SP
Data : 2019