logo-horizontal
Perspectiva ilustrativa da fachada da biblioteca. A nova fachada é coberta por vegetação e se destaca dos prédios de concreto da vizinhança. Sequência de quatro infográficos em 3D que mostram o processo de elaboração da fachada. No primeiro é representado o prédio atual, no segundo há uma grande placa verde na frente da biblioteca e uma seta vermelha indica que ela será colocada na fachada, no terceiro vemos o prédio atual com uma grande placa verde na frente e no último algumas vãos são abertos nesse plano verde. Perspectiva ilustrativa noturna da nova fachada da biblioteca. A noite está escura, comum nas ruas do centro da cidade, mas a entrada da biblioteca está bem iluminada e vemos a luz passar pela vegetação na fachada formando uma cena muito bonita. Sequência com três infográficos em 3D que mostram os elementos que serão inseridos na fachada. No primeiro vemos o prédio atual, sinais de mais indicam a colocação de canaletas e de um plano com diversos vão e um sinal de igual indica o resultado final com esses elementos fixados na fachada. Sequência com três infográficos em 3D que mostram o resultado final da fachada do edifício em três cores diferente, uma verde, uma rosa e outra marrom. Perspectiva do acesso da biblioteca. O piso é de pedra portuguesa, há alguns mobiliários em madeira, as janelas, portas e guardo corpos são em vidro com molduras em tom de vermelho. Ao fundo, há um mezanino com os mesmos materiais. Perspectiva interna da biblioteca, na qual vemos, a partir de uma sala, os diversos níveis da biblioteca, onde há diversas estantes em madeira do piso ao teto e os guardas corpos são em vidro com moldura em tom vermelho. Pessoas circulam e usam o ambiente. Perspectiva da escadaria no acesso da biblioteca. Vemos, ao fundo, a calçada, as portas são de vidro e moldura em tom vermelho e o ambiente tem tons de concreto e é bem amplo.

Biblioteca Direito USP _ Proposta II

Propõem-se um projeto de revitalização que colabore para a preservação da envoltória das construções históricas localizadas na região, como a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, através da manutenção do gabarito, limites do lote e visuais do edifício. Em contrapartida, objetivou-se oferecer um projeto inovador, de linguagem contemporânea, que atenda de maneira eficiente e aconchegante os usuários da nova biblioteca.

A carência de espaços de convívio e de áreas verdes no centro de São Paulo, a relação direta entre planta e fachada e a articulação entre cheios e vazios foram os pontos norteadores do projeto. Na tentativa de trazer o verde em sua exuberância para o edifício, propõem se que a atual fachada tenha seus vãos alterados, fechados por caixilhos metálicos e vidro, conforme as necessidades do programa proposta e seja recoberta por uma pele metálica do primeiro pavimento a cobertura  Essa pele terá recortes nas regiões em que os usos permitem uma maior incidência solar, enquanto nas áreas que necessitam de maior sombreamento.

 

+INFORMAÇÕES
Título : Biblioteca Direito USP Proposta II
Equipe +1 : Ana Maciel
Parceiros : Felipe Lopez de Paula + Maira de Camargo Barros
Promoção : Fundação Arcadas
Local : São Paulo – SP
Data : 2013